quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Somewhere Out There

http://www.youtube.com/watch?v=XRjb8sMjYu8&feature=related




Cidia E Dan - Somewhere Out There (tradução)
Eu sei que há
Debaixo do luar
Alguém que me ama
Não sei em que lugar
Eu sei que alguém
Pede a um bom coração
Que a gente se encontre
Em algum lugar deste chão
E toda noite eu penso quando aquela estrela vem,
E ele à mesma estrela pede pra me ver também
E muitas vezes penso quando a noite estende o véu
E todos nós dormimos juntos sobre o mesmo céu!
Eu sei que há
O amor é terno e imortal
Hoje é só um sonho
Mas um dia
Se torna
real.

Para não parar de sonhar! Em algum lugar existe...


Dia de verão na praia às vezes termina em chuva, foi o que aconteceu aqui, e rendeu esta linda foto. Dá para ver nossa diversão.
É bom demais sentir a chuva cair e aproveitar para se molhar sem se preocupar com nada, deixar vir a tona nossa criança interior que feliz pula na água e sorri.
Beijos.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Onde está o meu amor?


Ele vem e vai ás vezes penso que é para sempre, outras desencano e vivo o momento de amar.
Onde está o meu amor? Nas minhas ruguinhas quando sorrio ao lembrar os bons momentos que vivi? Ou naquelas onde a dor da despedida marcou fundo aonde ninguém vê.Onde está meu amor? Em mim mesma ao aceitar meus avessos e acertos? Sim também está ai, me amar é um caminho bem real para ser amada.Sei lá será que meu amor é isto esta multiplicidade de amores diferentes? A cada vez que amo fico melhor, mais madura mais plena, mas doi muito a hora da despedida...Quero um amor gostoso ficar velhinha de mão dada com meu amor caminhando a beira mar.
Ih hoje estou bobinha, bobinha rsrsrs

sábado, 2 de agosto de 2008

Quero ser seduzida



De algumas gerações para cá, a luta das mulheres por seus direitos resultou, sem dúvida, em mais independência, mas fez com que novas responsabilidades, novos compromissos se somassem aos antigos. Agora, também saímos para matar um leão por dia – no mundo dos homens –, mas em casa continuamos cuidando de quase tudo sozinhas. Inclusive das compras.


Ando pensando muito atualmente nesta conquista tão aplaudida, cuja maior lembrança neste momento na minha cabeça é uma foto de sutiãs sendo queimados. Acho que não sou muito feminista amo comprar conjuntos de calcinha e sutiã daqueles cheios de detalhes lacinhos, strass, florzinha, fico aqui pensando com os meus botões qual a relação do sutiã com a liberdade feminina. Já que os homens raramente dão bola para estes nossos caprichos na hora do rala e rola. Com certeza eles não fazem questão que usemos ou não estes apetrechos femininos.


Mas não vamos fugir do assunto o que quero falar o que ganhamos com a tal conquista feminina?


Podemos estudar o que queremos, trabalhar fora, casar ou não casar, "dormir" com quem quisermos, morarmos sozinhas, casar na idade que acharmos bom, ter filhos ou não.


Sem dúvida foi uma mudança e tanto, entretanto vejo que apesar de toda nossa conquista o homem não acompanhou nada disso, explico e quero a revolução masculina, porque apesar de toda nossa liberdade o que a maioria de nós conseguiu é uma jornada insana, vamos trabalhar e a obrigação da casa nos espera, raramente o homem faz supermercado, o serviço de casa ainda na cabeça da maioria é obrigação das mulheres e eles de vez em quando nos fazem o "favor" de ajudar.


E a paquera gostosa e antiga, flores, bombons e promesas que não pretendem cumprir os homens não precisam mais ser sedutores, nos convidam para jantar uma conversinha a toa e já vão para os amassos e te convidam para o motel, cadê a conquista? Claro que eu hoje posso me deixar levar pelas vontades do meu corpo e ir que ninguém tem nada com isso as preocupações com esta parte são quase nulas, mas ando sentindo falta de ser seduzida .


sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Ser mulher!


Ultimamente tenho tentado ser prática mais que o normal. Não perder meu tempo com sentimentalidades. Pensar, programar, aprender, agir.Sentimentos? Nem lembro o que é isso.Nem lembrava né... Pois é... Eu também.Quero receber sms no meio do dia de alguém especial só pra me lembrar o quanto à pessoa me ama, ou pensa em mim. Quero e-mail ou scrap romântico. Ter um apelido impronunciável na frente dos outros, mas que eu saiba que é cheio de carinho quando escutar no pé do ouvido. Dormir abraçada e acordar assim. Quero poder dizer a alguém o que eu sinto sem medo dele ter medo do meu sentimento. Seria ótimo também despertar no meio da madrugada com alguém querendo praticar “relação-prazerosa-sem-fins-reprodutivos-de-longa-duração”, mas... O que tenho ouvido ultimamente é só algo parecido com “passa o creme de pêra, pois vou te devorar todinha!!”É legal saber que sexualmente você é atraente e satisfaz. Mas só isso?Só isso não dá.Apesar de tentar evitar pensar em sentimentos. De me encher de atividades até ficar exausta e não notar o espaço que sobra na cama. Tentar ser moderna e ir levando “relações descoladas”. Hoje, me permiti cinco minutinhos de mulherzinha sentimental.E percebi que, mesmo tentando não ter tempo pra isso. Ser amada faz falta. E muita.

sábado, 1 de março de 2008

Nossa 2008 já chegou e 60 dias já passaram!

Sumi né? Não escrevi mais nada aqui, também pudera minha vida virou uma dança rápida. Não dava tempo nem de respirar o que dirá vir aqui e jogar conversa fora. kkk
O que rolou na minha vida nestes 60 dias.
Hum janeiro foi uma delícia passei quinze dias na praia sem fazer nada só caminhando a beira mar, e descansando até meu gatinho o Nico (o de quatro patas) viajou comigo para a praia ele amou...e ainda dizem que os gatos amam apenas a casa e não os donos e este mito que caiu por terra mais uma vez agora que mudei de casa em fevereiro e ele veio para a nova com a maior tranquilidade, e continua a sair correndo de onde estiver qdo. escuta minha voz. E precisam ver a alegria quando me viu chegar depois de te-lo deixado 7 dias com a super Fátima a moça que nos ajuda e de quem ele gosta muito também, ficou um grude onde eu ia ele ficava junto.
Na segunda quinzena de Janeiro fui para o Sul uma delícia! O único porém foi de me decepcionar com a CVC que fez o papelão de mudar a data de minha viagem e só me comunicar com dois dias de antecedência tive que mudar muitas coisas e eu que escolhi a CVC por ser uma empresa de turismo séria e que me passava confiança, me decepcionei para a próxima excursão irei pesquisar mais. Viu só CVC, respeito é bom e todo mundo gosta. Bem a excursão foi boa, minha mãe gostou e eu também passamos um tempo bom juntas. Mas ela disse que gostou mesmo de Caldas Novas rsrsrs mas esta preferência se justifica ela amou aquelas águas quentes e tem mais tenho sérias suspeitas que ela tenha sido um peixinho na outra vida...
Fevereiro chegou com a corda toda o mês que passou rápido e cheio de trabalho, início das aulas, mudança relâmpago de casa,( kkk minha mãe me deixou maluca com sua pressa).
E mudamos sem organizar tudo antes, como eu queria, mas nada como o tempo agora estamos mais tranquilas arrumamos tudo devagar, mas ainda tem algumas coisas lá na outra casa, minha centopéia rsrsrs está quase descalça rsrsrs; explico tenho mania de sapatos e a maioria ainda está em um armário lá na outra casa esperando eu arrumar espaço aqui para eles. Triste sina ter sapatos para 50 pés e ter só dois rsrsrsrs. Oh! sofrimento cruel! kkkkkk Pensando bem imagina o armário que ia ter se tivesse os 50 pés e a mesma mania de ter sapatos...kkkk ia ter que alugar um galpão kkk só para colocá-los.
A casa nova é uma delícia tranquila em uma rua fechada onde eu só escuto o barulho dos passáros.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008